CNPIR aprova criação de comissão permanente de juventude negra

Nos dias 13 e 14 de abril, durante a 5º reunião extraordinária do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) em Brasília, foi apresentada resolução para a criação da comissão permanente de juventude negra no âmbito do CNPIR.

A resolução apresentada foi construída em encontro realizado no último dia 8 de abril, em Brasilia, por membros da Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas (SPAA) da Seppir, Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), Secretaria de Direitos Humanos (SDH) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) – representando o poder público – e por jovens dirigentes de organizações da sociedade civil que tratam dos direitos da juventude negra.

A comissão terá como atribuições subsidiar o CNPIR na formulação e na implementação de metas e prioridades para aplacar o alto grau de vitimização da juventude negra, assim como monitorar e avaliar as políticas públicas que impactam direta ou indiretamente esta juventude.

Tratará também da produção de estudos, análises e pesquisas, além da apresentação de relatórios, pareceres e recomendações ao CNPIR nas áreas de interesse da juventude negra brasileira. A comissão permanente de promoção e direitos da juventude negra trabalhará com centralidade na criação do Plano Nacional de Combate à Mortalidade Juvenil Negra.

Segundo o conselheiro Cledisson Junior, a criação da comissão é avaliada como um significativo avanço no processo de consolidação do controle social e no comprometimento do poder público quanto às políticas públicas para a juventude negra, especialmente quando 2011 é dedicado pela ONU como o ano internacional das populações afrodescendentes e teremos a realização do III Encontro de Negros, Negras e Cotistas da UNE (ENUNE), do II Encontro Nacional da Juventude Negra (ENJUNE) e a II Conferência Nacional de Políticas Públicas para a Juventude.

CONVERSATION

0 comentários: