O Encontro Nacional de Estudantes de Serviço Social (ENESS)


O Encontro Nacional de Estudantes de Serviço Social (ENESS) é o fórum máximo de deliberação dos estudantes de Serviço Social e, constitui espaço privilegiado de organização do Movimento Estudantil de Serviço Social (MESS). Ao longo do encontro são discutidos temas relacionados à conjuntura, formação profissional, movimentos sociais, universidade e cultura e outros temas relevantes ao Serviço Social, previamente definidos no Conselho Nacional de Entidades Estudantis de Serviço Social (CONESS), que ocorrerou na Universidade Federal do Maranhão - UFMA em Abril de 2011. Neste encontro delibera-se sobre o movimento e a organização política dos Estudantes de Serviço Social no país.
No XXXII ENESS, ocorrido entre os dias 18 a 24 de julho de 2010, na Universidade Federal do Piaui (UFPI), com o tema “Por um mundo onde sejamos socialmente iguais, humanamente diferentes e totalmente livres.”, foi deliberado pelos estudantes de Serviço Social e suas respectivas escolas, que o XXXIII ENESS seria realizado na Região VII, tendo como escola sede a Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" no campus de Franca. A escolha desta Unidade de Formação Acadêmica-UFA justifica-se pelo fato de já se fazer 10 anos que nenhum ENESS ocorre em nossa Região, destacando-se então o quão é importante para potencializar a discussão político-estudantil no Sudeste do País, reconhecendo suas particularidades, buscando unificar a luta do movimento estudantil de Serviço Social por um ensino de qualidade e defesa de uma sociedade mais justa.
O encontro será construído coletivamente pelos estudantes e pelos centros acadêmicos de Serviço Social do estado de São Paulo: UNESP, UNIFESP, Unicastelo, PUC-SP, UNINOVE, CEUNSP e FAMA. O conjunto de escolas irão trabalhar juntas na realização do XXXIII ENESS, que conta com a expectativa de mil e quinhentos estudantes de Serviço Social de todo o país.
Portanto, é dentro de um papel político, que fomentaremos as discussões nos espaços que estivermos, não no intuito de esclarecer, mas de multiplicar esse movimento de refletir sobre quem somos e para onde caminhamos dentro e fora da universidade, enquanto sujeitos éticos e políticos.
Então, é com imenso prazer que faremos parte da história dos movimentos estudantis, principalmente os relativos ao Serviço Social, que tem se constituído como um espaço de formação política, contribuindo para a consciência crítica, ao mesmo tempo em que dialeticamente, tendemos ao aprimoramento da formação profissional

CONVERSATION

1 comentários:

Elza Abreu disse...

eu queria tanto ir!