Andifes alerta para falta de docentes em 2012

PL 2134/2011 precisa ser votado para autorizar contratações

Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superiores (Andifes), que reúne os reitores das universidades federais, ainda que de forma tímida, manifestou preocupação ao governo federal sobre a não aprovação do PL 2134/11, que autoriza a contratação de professores. Em audiência com a ministra das Relações Internacionais, Ideli Salvatti, no início de novembro, o presidente da Associação, que é também reitor da Federal de Ouro Preto (Ufop), João Luiz Martins, alertou que o início do próximo semestre poderá ser afetado em várias instituições caso não haja novas contratações.

O Projeto de Lei autoriza a criação de 77.178 cargos de professores, de técnico- administrativos, de direção e demais funções gratificadas nas Instituições Federais de Ensino. No entanto, essas vagas serão destinadas ao programa de expansão e reestruturação das universidades federais (Reuni), à efetivação do Banco de Professor Equivalente, aos novos Campi que devem ser criados até 2014 e aos cursos de Ensino a Distância (Ead). Além disso, o projeto prevê a destinação das vagas de técnico- administrativos para atender prioritariamente os Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT).

Diferente da posição da Andifes, o ANDES –SN tem discordância com o texto do PL 2134/11, visto que o mesmo não explicita quais seriam os critérios do MEC para a distribuição das vagas e também condicionaria a oferta de vagas ao fato de as instituições terem ou não aderido aos projetos de expansão provenientes do governo federal.

Na audiência com a ministra Ideli Salvatti, os representantes da Andifes exaltaram o Reuni, afirmando que o programa tem amplo apoio da sociedade, mas que se encontra em uma fase crítica, devido à dificuldade em concluir as obras e consolidar os cursos criados. Nesse sentido, os concursos não podem tardar a acontecer porque, segundo os reitores, isso ocasionaria falta de professores para ministrar diversas disciplinas no início do próximo ano. O objetivo da Audiência era solicitar o apoio do governo para acelerar a tramitação do PL. Compareceram, também, alguns dirigentes do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).


site: Adifes

CONVERSATION

0 comentários: