Juventude Negra realiza blitz na Câmara dos Deputados pelo fim dos ‘autos de resistência’


Na terça feira (06/08) militantes da juventude negra de varias entidades somando com artistas, visitaram a Câmara dos Deputados e iniciaram conversas com líderes dos partidos da casa  pedindo apoio á aprovação do Projeto de Lei 4.471/2012. O projeto altera o Código de Processo Penal e acaba com uma herança da Ditadura Militar que e os ‘autos de resistência’, este, não torna obrigatório à investigação em casos de mortes violentas e lesões corporais graves em ações policiais.

O dialogo com lideres dos partidos foi iniciado com a entrega de uma carta denunciando a violência policial contra jovens negros nas periferias das cidades brasileiras. Carta esta que foi entregue para Presidenta Dilma Rousseff durante a solenidade no Palácio do Planalto para sancionar o Estatutoda Juventude.

Os Representantes do Conselho Nacional de Juventude, da União de Negros pela Igualdade, do movimento Mães de Maio, da Secretaria de Politicas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Secretaria Nacional de Juventude da Presidência da Republica (SNJ) e artistas como GOG e MC Leonardo (APA Funk) e outras entidades se reuniram junto ao Presidente da Câmara, Henrique Alves, e o Vice-Presidente, André Vargas.

Em audiência com Henrique Alves, os representantes de diversas entidades entregaram a carta e explanaram a necessidade da urgência, onde o objetivo não é ‘repressão social aos policiais’ mas a correta apuração e investigação – de crimes.

Para representante da Mães de Maio , a aprovação da lei e como se tivesse trazendo nossos filhos de volta.

Para Giovanny Kley, Secretario Nacional de Juventude da Unegro. A aprovação do PL 4471 escreverá mais uma pagina de conquista pela transparência e democracia como também proteger a vida. A cada dia que passamos sem esta aprovação estamos assassinando cidadão de nossa periferia e  matando talentos.

CONVERSATION

0 comentários: