MAIORIA DOS PARLAMENTARES ACRIANO VOTAM CONTRA COBRANÇA DE PÓS GRADUAÇÃO NAS UNIVERSIDADES PUBLICAS

Hoje quarta feira, 29 de março o Governo Golpista Temer teve uma grande derrota na Câmara dos Deputados, onde foi rejeitado a possibilidade de permitir que as universidades públicas realizasse cobranças na oferta de pós-graduação lato sensu.

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 395/14 necessitava de 308 votos para que fosse aprovada, porém, a mesma obteve apenas 304, com tal resultado a proposta foi arquivada.

Para entender o decorrer, a PEC 395/14 foi aprovada em primeiro turno tendo a atuação para aprovação de diversos partidos base do governo Dilma e oposição ao Governo Dilma, inclusive um dos grandes articuladores era o Ex-Deputado Federal do PT/AC Siba Machado.

A proposta da tinha como objetivo excluir o princípio constitucional da gratuidade nos estabelecimentos oficiais, com isso a liberação da possibilidade de cobrança.

Em meia a comemoração e necessário a reflexão, onde apenas o PCdoB e Psol orientaram as bancadas a votar contra a proposta, PT, PSC e PDT deixaram a bancada livre e os demais partidos orientaram a aprovar a pauta.


No Estado Acre Tivemos maioria dos parlamentares votando contra a cobrança nas universidades dos quais Jessica Sales (PMDB), Major Rocha (PSDB), Raimundo Angelim (PT), Leo Brito (PT),  Alan Rick (PRB). Apenas Flaviano Melo (PMDB) votou em favor da Cobrança nas universidades públicas e Moises Diniz (PcdoB) não estava presente.

CONVERSATION

0 comentários: