FALTA ÁGUA NA UFAC


Falar sobre a falta de água da Universidade Federal do Acre aparentemente aparenta um equivoco, isso porque cotidianamente se percebe a distribuição de galões de água por toda universidade, como também, em grande parte das coordenações se percebe  bebedouros. Porem, iniciar tal pauta remete a outras questões relacionada, como os diversos bebedouros “industriais” que estão jogados e espalhados na universidade se tornando lixo; a ausência de reposição dos galões de água nos bebedouros, a péssima distribuição de bebedouros, a distribuição de galões por bloco e ate ausência de limpeza e higiene.

Após ser eleito ao Conselho Universitário – CONSU, construí uma plataforma para um dialogo direto com o corpo discente e por meio deste, constantemente venho recebendo reclamações das mais diversas questões das quais já foram apresentada a algumas Pro-reitoria. No caso especifico sobre a distribuição de água no que cabe a responsabilidade da prefeitura por não encontrar o email no site e assim solicitar e apresentar as demandas, no ultimo dia 03 de abril fui ate a prefeitura e deixei meu telefone, aguardando contatos.

Neste momento ireI apresentar e focar em relação ao acesso e água na Universidade Federal do Acre.

BEBEDOURO “INDUSTRIAL”

Desde a gestão anterior do Reitor Minoro  se iniciou uma campanha para “reduzir” os gastos e melhor se aplicar o dinheiro da universidade, com isso tivemos a distribuição de garrafas para os estudantes e a compra de diversos bebedouros “industriais” dos quais seriam instalado na rede de água da universidade, para assim economizar com a compra de galões de água. Porem, na realidade a distribuição das garrafas teve um êxito parcial, mas, os bebedouros não foram instalados e com isso se tornaram entulho em toda universidade e a permanência dos antigos bebedouros como a compra de galões de água.

PÉSSIMA DISTRIBUIÇÃO DOS BEBEDOUROS

Em boa parte das coordenações de curso e possível perceber bebedouros, porem, nem em todos os espaços dos quais tem sala de aula e possível perceber a mesma realidade. Com isso obrigando os estudantes a se deslocarem a outros blocos para ter acesso a água.
  
CADÊ OS GALÕES DE ÁGUA?

Com a não implantação dos bebedouros “industriais” a utilização dos bebedouros antigos se torna necessário e com eles o abastecimento com galões de água.
A problemática neste caso e 1. Falta constante de galões de água; 2. Ausência de abastecimento dos bebedouros e 3. Locais que não recebe galões de água.

AUSÊNCIA DE HIGIENE NOS GALÕES E BEBEDOURO

Diversas pesquisas apontam a necessidade extrema de cuidados com a distribuição de água por meio de bebedouros tanto no próprio aparelho quanto nos galões e para tristeza de todos e todas, a Universidade Federal não segue tais indicações.

Sobre os Galões:
  •  Longe da luz solar, calor excessivo pois contribuem para um crescimento rápido de micro-organismo na água e acelera o processo de degradação da embalagem. (os galões ficam sempre ao lado dos bebedouros nos corredores)
  • ·Evite deixar o bebedouro vazio descoberto, assim poeiras e outras sujeiras não chegarão a cuba. (após o uso os galões vazio permanecem ao lado dos bebedouros nos corredores)
  • Ao destacar a tampa, evite cortar o gargalo do garrafão. ( não existe limpeza na hora de colocar o galão e em alguns bebedouros vem com furador de galões)
  • Após a retirada da tampa, higienize o galão antes de consumir a água. Utilize um papel toalha embebido em álcool e limpe o gargalo e as bordas do garrafão. Espere secar. (não existe limpeza ao colocar os galões)

Sobre os Bebedouros

  • Faça a limpeza semanal do seu bebedouro (Não existe informação sobre a limpeza dos bebedouros)
  • Escoe toda a água do reservatório do bebedouro. (Na maior parte que repõe os galões são os estudantes e grande parte não tem conhecimento sobre a forma correta)
  • Lave o reservatório com esponja nova e produtos neutros. (Não existe informação sobre limpeza dos bebedouros)
  • Faça uma solução com cloro: colocar 3 colheres de hipoclorito de sódio ou água sanitária no bebedouro. Completar com água potável, mexer bem, passar essa solução pela torneira do bebedouro e aguardar 2 horas. Deixar escoar todo o volume pela torneira. Enxaguar abundantemente com água mineral. Resíduos de cloro deixarão gosto na água. (Não existe informação sobre limpeza dos bebedouros)
  • Não esqueça que existem bactérias e fungos no ar, e eles são expostos aos reservatórios e bebedouros quando não higienizados corretamente.
  • Recomendamos que essa limpeza seja repetida a cada troca de galão ou no máximo a cada duas trocas. (as trocas de galões são feitas em sua maioria por estudantes e não por funcionários)                                                                 
  • IMPORTANTE: ao efetuar a troca de galão vazio por um cheio, esvazie sempre o reservatório do seu suporte para evitar que a água mineral mais nova se misture com a anterior.

CONVERSATION

0 comentários: